Você quer mesmo ser uma it girl?

Eu não costumo perguntar assim, do nada, mas bem que vocês estão querendo que eu sei. Na verdade, a ideia me surgiu de um redirecionamento, que me fez pensar em Jessica Jung, que me fez pensar em moda asiática, que me fez pensar ser ou não ser uma it girl, que me fez pensar se realmente, Jessica Jung, é tudo isso aí que vocês loucamente defendem nos comentários. rsrsrs

Então, vamos lá. Eu posso dizer que Jessica Jung é uma it girl asiática? Primeiro, destrincharemos (pff) o termo “it girl” e em seguida, como, por quê e pra quê, para depois situarmos Jessica Jung e moral da história, SO, VEM COMIGO.

Segundo wikipédia (copiando mesmo) o termo “it” foi cunhado no filme “It”, estrelado por Clara Bow e, “”It girl” é um termo utilizado para se referir a mulheres, geralmente muito jovens, que, mesmo sem querer, criam tendências, despertam o interesse das pessoas em relação ao seu modo de vestir, de andar, pensar ou ser. As “it girls” têm via de regra o que muitos chamam de “carisma”, algo que atrai a atenção para elas. Sua característica mais determinante é serem incomuns, destacarem-se das pessoas comuns e provocar interesse, a ponto de outras pessoas passarem a copiar seu jeito de vestir, falar e/ou agir. Normalmente as “it girls” comportam-se de maneira irreverente e despertam a curiosidade das pessoas sobre o seu modo de vida.”

RESUMINDO: balela feminina grande. Você não precisa ser nenhum gênio da lâmpada para saber que moda, mulher e futilidade andam pau a pau. Na verdade, damos nosso total crédito a elas por terem tanta coisa importante para se interessarem. Acreditem, eu também acho isso super importante, uma vez que toda mulher gosta de cuidar da aparência e adora sapatos e bolsas e discutir com outras sobre.

Mas, fazer de alguém alguma coisa simplesmente porque tem um estilo legal é osso (para não dizer falta de alguma coisa própria). Eu não estou certa disso ou é a nossa necessidade de criar ídolos em todo lugar ou ídolos ou qualquer coisa que nos enterta está realmente em falta? Seus herois de HQ estão em falta? KD Batman? Suas bandas preferidas estão em falta? Elvis não morreu? É isso, ou a rede está cada vez mais para uma legião de fãs (seguidores) e procurando desesperadamente seus “líderes” ou fazendo de qualquer um ou qualquer coisa que tenha carisma um líder imediato? Será que não nos falta motivo para sermos seguidores ou líderes e atualmente somos legiões de nada vagando no cyberespaço? Devo dizer que vocês não conheceram o cyberpunk e nem a contracultura.

Hoje em dia há uma quantidade enorme de its por aí. Posers ou não, tanto faz. Proliferação de imagens a olhos vistos. Mentira. Use óculos. Seja alternativo. Ouça indie. Vá à Augusta. Compre na Oscar Freire. Tome café. Adore cupcakes. Leia autoajuda. Vá a todas as baladas que a grana no limite do cartão de crédito permitir. Não existe pobre nem feia em SP, logo qualquer uma pode ser uma it girl. Porque estilo não depende de preço não e nem a beleza é um marketing. Sorria.

Talvez você possa dizer que James Dean foi um it boy, mas você poderia dizer isso da Jessica Jung? Talvez os filmes e a mídia tenham te manipulado demais. Você já é um rockstar? Você já é uma it girl? Experiente sair na rua com uma camiseta branca com gema de ovo espalhada que você deixou secar e chame isso de arte contemporânea na camiseta no melhor estilo DIY. Desenhe no seu corpo um código de barras e saia por aí pedindo para as pessoas verem seu preço. Compre um headphone na 25 e escute Jeito Moleque, combinando com seu estilo new country hardcore de camisa xadrez e bota marrom de boiadeiro.

O termo it girl pra mim está aí para cunhar o jeito que encontramos para nos posicionarmos trivialmente como seres humanos na sociedade do espetáculo.

Voltando, vi na internet pesquisando sobre o assunto, que há quem diga “o termo it girl foi banalizado“, “nem todo mundo consegue ser uma it girl ——-> chora recalcadas” etc etc. E isso tudo endossa a blogosfera de moda, estilo e comportamento (juvenis), preferencialmente blogueiras emancipadas que inicialmente liam e respondiam questionários CAPRICHO e boom, com um blog próprio, faminha, fotos dela mesma e posts como “compras”, “look do dia”, “make up” fizeram a mente de vocês para pensarem e se preocuparem somente com isso (realmente deve-se ter cuidado, porque quem é seguidor geralmente bitola só naquilo).

Mas, é claro, que a definição para quando não temos argumentos em uma discussão e necessitamos não ficarmos calados e pensarmos a respeito, é “você está com inveja”, “você nunca será uma it girl” *mostra língua*. O que eu posso dizer a vocês é: Vocês já viram um it boy? Existe isso? Blogs com conteúdos superficiais masculinos (não estamos falando de humor)? Homens que ficam comentando sobre moda (sem ser gay) e que copiam o estilo alheio?

Blogs/vlogs de homens se destacam geralmente pelo “conteúdo” ou pela formação de opinião que eles acabam criando, como o Izzy Nobre, Pcsiqueira. Na verdade, há pesquisas comprovadas de que homens se interessam mais por conteúdos inteligentes e humor refinado e dão valor a outros homens/mulheres que apresentam essas características e todas as outras coisas ficam em um subnível de importância a não ser sexo, drogas e rock’n’roll (pra quem curte, lógico). Temos como temas banalizados então para homens/mulheres: “nerd”, “geek” entre outros.

Para mim, uma it girl é uma garota que dita a moda e cria tendência, simplesmente porque tem muitas outras que acham mais fácil copiar um look do que criar o seu próprio. Ela tem carisma e chama atenção, então, todo mundo quer copiar. Aquelas garotas que assistem novelas e copiam o que a Marina Ruy Barbosa usa. É claro que se eu tivesse um terço da beleza dela eu também seria uma seguidora ou morreria feliz sambando na cara das recalcadas. Mas, vocês também devem levar em consideração que também existem mulheres que estão cagando para outras mulheres e não está nem aí para o que ela está vestindo. (Existe)

“Mas o que você está falando, você fala sobre dramas coreanos, isso também é futilidade, isso também é ser sem conteúdo.” Mas, se você for observar sobre o que os blogs/vlogs falam perceberá que é sobre droga nenhuma ou crítica acirrada sobre tudo/cotidiano/notícias e seus pensamentos próprios a respeito.

E a Jessica Jung aonde fica? Analisemos:

Carisma, ela tem? Não. Ela é a ice princess.

Tiram fotos com frequência das roupas que ela usa? Não. Apenas do rosto, apenas fotos de propaganda.

Ela chama atenção, tem popularidade? Sim, com os homens conforme post a seguir >>> Link. (este blog do link foi posteriormente, sinto muito aos que perderam essa)

Vocês, mulheres, a imitam? Não, apenas a coreografia.

Logo, Jessica Jung não é uma it girl. Deixem suas opiniões:

Sobre migraziele

Tamires, ou migraziele, tem 22 anos e é estudante de arquitetura e urbanismo. Gosta da Coréia do Sul, dos coreanos, dos doramas e de cultura asiática em geral. Gosta de livros, café, fotografia, moda e de viajar como dois terços da internet.
Esse post foi publicado em ¿Qué te parece?, Jessica Jung e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

14 respostas para Você quer mesmo ser uma it girl?

  1. “Compre um headphone na 25 e escute Jeito Moleque, combinando com seu estilo new country hardcore de camisa xadrez e bota marrom de boiadeiro.” Chorei de rir com isso! AMEI esse post! Sério Jessica It Girl?! Really?! Como são as roupas dela no dia a dia?! Se eu visse fotos dela assim e não de revistas onde ela usa roupas que são dadas a ela, aí sim discutiria o assunto! Para mim as únicas que eu consideraria (opinião completamente pessoal!!!) seria as 2NE1, porque elas escolhem seus próprios figurinos e tal. Mas não é por isso que eu vou usar a mesma coisa que elas, sério, iam me tachar de maluca por usar aquelas roupas hahaha
    Eu falo que não tenho nenhum sentido de moda, uso o que acho conveniente, me arrumo só quando quero (ou preciso, é claro, nossa aparência vende o nosso peixe também!). Mas por incrível que pareça gosto de ver tutoriais de make up, perceber o que tá rolando nas lojas (só nas baratinhas porque sou pobre, brincadeirinha hehe). E como você disse, que mulher não gostaria de ter rios de dinheiro e gastar em roupas maravilhosas, maquiagem, cosméticos etc?! É sonho de consumo de qualquer uma, mesmo que não queira admitir! Agora se você não pode ou opta por não seguir a tendência, o problema é seu e seja feliz, se contente com o que você tem!
    Acho que esse foi o comentário mais longo que dei aqui haha
    Beijos e ficou maravilhoso o post!

    • migraziele disse:

      Procurei bastante as roupas dela no dia-a-dia e não achei mta coisa não. Pois é, toda mulher gosta de ver/saber um pouco sobre moda! Eu particularmente estou na onda da moda asiática e pretendo falar aqui sobre isso ainda rsrs As 2NE1 eu não sabia não rss
      E eu acho q esse foi um dos posts mais longos que fiz aqui tbm! Mas ultimamente todo mundo quer se destacar em alguma coisa, seja roupa ou qq outra coisa! O importante é realmente sermos nós mesmos!

      Beijos!

  2. Lariissa disse:

    As únicas it girls que eu sei que são mesmo são as meninas do 2NE1, e a Ji Yeon do T-ARA, porque ela é muito fashionista e se produz até pra ir numa padaria…

  3. Lariissa disse:

    Bom, nn sei se ela é uma it Girl, mas tbm acho que a Suzy é fashionista… (tinha esquecido dela)

    Vc viu Dream high 1 né?, vc viu ela como protagonista, e futuramente irá vela como uma das protagonistas de BIG (disse quase como certeza, porque vi que vc gosta de todos os dramas escritos pelas irmãs Hong, aquelas que escreveram YAB e The Greatest Love, e pelo que eu vi vc tbm gosta do Goong Yoo, aquele de Cofee Prince)





  4. Clareana disse:

    could you increase the amount of your posts, i would like to read them more often. thanks.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s