Fashion King

Uoooooooooooouu realmente estou ficando desleixada por aqui 😦 mas meus motivos são: – final de semestre corrido, – muitos projetos na cabeça, – pouco tempo pra ver e terminar os dramas. Fashion King foi um que comecei há muuuuito tempo atrás e estava estacionado, tinha priorizado outros dramas, mas Fashion King me cativou por ser uma coisa bem Maria do Bairro. Isso mesmo. Sabe se deparar com uma saudade das tramas mexicanas quando vemos uma trama como Fashion King… Quem nunca?

O que me desgasta em kdramas é o fato de alguns terem muitos episódios, como Fashion King com 20. Fiquei na saga brigando comigo mesma para terminar de ver os 5 últimos. É cansativo muitos episódios, mas não a história em si, tem muitas reviravoltas e vale a pena. Até agora, quiçá kdrama o mais dramático que já vi. Ah, e com pouco romance.

Na prova de ontem (quarta-feira 14) que tive na faculdade, enquanto a professora de sistemas estruturais aplicava a prova, ela via kdrama no seu tablet. E DAÍ EU FIQUEI PENSANDO: QUANDO EU CRESCER VOU SER ASSIM. ESSA PROFESSORA É A MELHOR. QUEM NUNCA???????????????

O que eu mais curti em Fashion King foi a construção do roteiro em cada episódio. Fashion King é MUITO bem escrito. Eu ficava pensando de onde saia tanta imaginação. Se um episódio começava de um jeito terminava de outro completamente diferente e isso não ficava só para o começo e o fim de cada episódio não, era uma movimentação constante de quem estava por cima e quem estava por baixo. Mas os 4 primeiros episódios são um teste, se você conseguir assisti-los até o final, você consegue assistir todo o drama, se você se cansar até mesmo antes do 4, pode desistir de ver porque você odiará o final.

Fashion King tem como pano de fundo o mundo da moda e os dois casais principais que intercalam o tempo todo em – ora estou com um, ora estou com outro – são dois ricos e dois pobres e uma guerra de egos e competições entre os dois. Fashion King apresenta uma história muito dramática para os pobres em cena, uma vida muito humilhada, muito sofrida e que eles querem vencer na vida >>> Maria do Bairro. Nos primeiros episódios isso é uma constante e eu pensei KD TALIA??

Assim sendo sofrimentos de todo tipo e quase uma chuva de azar para os personagens principais Ga Young (Shin Se Kyung) e Young Gul (Yoo Ah In), não temos muito espaço para momentos românticos e muito menos engraçados e falas divertidas. De repente na metade do drama, Ga Young e Young Gul gostam um do outro por terem vivido juntos no começo até a metade do drama. E ponto final. Ga Young é estudante de design e consegue uma bolsa de estudos para estudar em Nova Iorque. Na Coréia ela trabalha para Young Gul e ele paga a passagem dela de avião.

Acontecem muitas coisas e Young Gul tem a característica de malandro e é ~pobre~ que quer se dar bem na vida. Então ele acaba indo para Nova Iorque também e de tanto rolo em que se mete ele e Ga Young são deportados. Eles voltam a trabalhar na fábrica de Young Gul. Mas para complicar tem o rico e arrogante Jung Jae Hyuk (Lee Je Hoon) que é inimigo/rival de Young Gul nos negócios e no amor. É até engraçado o quanto eles se matam de tantos socos e de tanto que um tenta passar a perna no outro.

Choi Anna (Kwon Yuri) também é designer de moda e era antiga namorada de Jae Hyuk. Ela volta de Nova Iorque para tentar voltar com Jae Hyuk, mas em certo ponto da história ele fica obcecado com Ga Young. Ga Young é a típica mocinha boba, frágil e indefesa. Depois Choi Anna também se envolve com Young Gul e é aquela dança de casais que só se vê nos dramas coreanos. É engraçado você perceber o roteiro. Quando Young Gul sai com Choi Anna, Ga Young encontra Jae Hyuk (no mesmo episódio) e quando Choi Anna está com Jae Hyuk, Young Gul e Ga Young estão juntos. E sempre – sempre – os casais se encontram e vê que um está saindo com o outro e aquele ciúme e aquela confusão.

É engraçado. Quando – no início de um episódio – Young Gul está por cima Jae Hyuk está na pior tentando tramar contra Young Gul e termina o episódio e ele consegue inverter a situação. Isso também ocorre com as cenas de beijo. É ação e reação o tempo todo. E daí você acha que é uma coisa entre Ga Young e Young Gul, mas o drama não é. Você fica o tempo todo imaginando como será o fim e você está certo de que Ga Young e Young Gul ficam juntos, e até certo ponto do final, depois de tanto sofrimento fosse justo… Mas sei lá. Ga Young começa a desgostar de Young Gul quando ele muda pela cegueira da vingança e do dinheiro e quando ele fica pobre de novo, você acha que é para eles ficarem juntos, parece óbvio.

Os últimos 5 capítulos se transformam em uma coisa WTF??? E só no último episódio – completamente surpreendente, porque não o conseguimos imaginar (da forma como é) nem no penúltimo – é que você se dá conta de que o drama todo é a história de inimizade entre Young Gul e Jung Jae Hyuk elevado aos expoentes máximos – às últimas consequências. Então você percebe que os personagens, logo de início, são bons e ruins dependendo das situações em que estão envolvidos. Eles são capazes de fazer uma bondade aqui e de repente uma super maldade ali e não estão nem aí. Só quando a situação os afeta – e os afeta sempre como uma reação de suas ações – é que caem por terra e por isso mesmo cultivando a mágoa, a dor e o rancor (por quem fez/causou aquela dor a eles) é que agem na frieza da vingança e na necessidade de fazer o outro sofrer o tanto quanto eles mesmos sofrem.

Era sobre a vida e essas inconsequentes decisões que tomamos e as pessoas em que nos tornamos por isso. Fashion King mostra a vida como tragédia. É melodrama. Fashion King é marcante. A vida é sufocante. Tudo asfixia. Nunca um drama foi tão isso.

Yoo Ah In de longe não é um coreano muito bonito (para mim), mas tem um sex appeal tão grande que na cena em que ele está você só consegue olhar para ele. Recomendo. No final fizeram ele como pobre contaminado pelo poder e pela vingança e me fez acreditar que o personagem era mais do que aquilo, ele quase virou “vilão” nos últimos episódios. Os momentos românticos – um episódio só – entre Young Gul e Ga Young é tão curto e de felicidade tão efêmera, que logo após se evapora no ar, que dá até dó. E é assim mesmo. Depois, meio que já satisfeitos de estarem um com o outro por aquele tempo, eles se distanciam como quem se pergunta se era só aquilo mesmo, se era realmente amor, ou porque a felicidade plena não foi alcançada.

É com tristeza também que ele – que guarda uma lembrança de Ga Young na infância – dá o mesmo colar que ele deu à ela na infância e ele percebe que ela não se lembra de nada. Clara crítica aos kdramas românticos dizendo que histórias de amor de infância são besteira. E é verdade. Ele vê aquilo como uma ingratidão tremenda, pois é a lembrança mais valiosa que ele tem dela e é como ele alenta que seja o amor verdadeiro. E o amor, só era aquilo mesmo. Depois a pessoa não vai se lembrar de mais nada.

E é nesse misto de vazio, dor e sofrimento que a vida de Young Gul se consome. Ele é Macabéa. Ele é a estrela. Tem muitas dores que carrega consigo de impotências pessoais, de humilhações diárias que ele só queria vencer conseguindo a todo custo algum poder para ser alguém na vida. Mas quando ele chegou a ser alguém na vida, ele já não tinha nada. Não tinha amigos, estava sozinho. Então ele resolve descontar a sua dor, porque acha injusto o quanto sofreu na vida. E nem preciso dizer que paga caro por isso.

O último episódio me lembrou tanto Onde os fracos não tem vez que fiquei me perguntando por quê o drama se chama Fashion King. Desse drama, tirei duas máximas: os fracos não tem vez e uma vez pobre sempre infeliz. Spoiler máximo: o rico que era forte, matou o inimigo e ficou com a mocinha. Fim. Daí termina e você WTF?????????

Não achei que o final de Young Gul foi merecido e nem Jae Hyuk ficar com Ga Young e sair por cima quando também fez muita maldade. Ga Young é a boba-mor. Que dó. Nem ela mesma sabe o que ela está fazendo na história até agora. Mas ela está beijando quem matou o seu amor.

Mas você não pode dizer que não foi sensacional. E daí a bobona aqui que só queria um kdrama ~ divertido ~ ficou pensando na vida. Fiquei estupefata. Sem mais.

Korean Variety Show tem 17 episódios traduzidos.

Sobre migraziele

Tamires, ou migraziele, tem 22 anos e é estudante de arquitetura e urbanismo. Gosta da Coréia do Sul, dos coreanos, dos doramas e de cultura asiática em geral. Gosta de livros, café, fotografia, moda e de viajar como dois terços da internet.
Esse post foi publicado em Fashion King, K drama e marcado , , . Guardar link permanente.

9 respostas para Fashion King

  1. Eu meio que larguei os dramas por um pouco para me concentrar nas minha leituras. Mas pela sua descrição do drama, eu tenho que estar muito a fim e com a vida feliz nível máximo para assisti-lo. Não to muito afim de pensar na vida, então ele vai demorar muito para eu assistir! Sua prof de sistemas estruturais vendo k-drama?! OMG! Meus profs de sistemas são todos uns chatos, ok tirando 2 que eram simplesmente um máximo (aleluia que já terminei meus 7, não aguentava mais!).
    Bjos e estava com saudades!

    • migraziele disse:

      E ae já tá acabando né a facul? Que legal. Pq não aguento mais não vejo a hora rsrs
      Verdade! Minha professora! Ela é mta comédia kkkk

      Então, exatamente tem que ter disposição para assistir! rsrsrs O final me pegou de surpresa! Quase chorei rsrsrs

  2. Tuliana disse:

    Oi Migraziele! Realmente tem que está de bem coma vida mesmo como a Deia falou. Esse drama me parece tenso. Não sei se eu teria vontade suficiente para assisti-lo e termina-lo, porque geralmente, é uma falha minha, quando os 3 primeiros eps não estão me agradando eu meio que deixo o dorama de lado dando mais prioridade a outros. Aí só Deus sabe quando é que vou criar coragem para voltar a ver o drama novamente. Mas de qualquer jeito esse foi ótimo post. Suas são sempre muito interessante e precisas.

    Bjos.

  3. Kim disse:

    Adorei a historia… quero assistir muito sei que o meteor dramas esta postando mas está incompleto sabe onde posso assistir??? Estou entrando de folga da facu deve ter uns bons tempo que estou sem ver drama mas agora quero um bom para descansar….

    • migraziele disse:

      Oi Kim! Eu achei até o episódio 17 no fansub korean variety show! É uma pena que eles tenham parado as traduções! Eu acabei vendo o final online mesmo. Mas deve ter em espanhol no site viki!!
      Espero que goste!

    • Kim disse:

      Olha acabei de assistir e tive q voltar para comentar foi de longe o pior fim de drama koreano q ja vi… nahunn gostei… nem digo pelo fim… mas fiquei triste pelo drama mesmo… além da atriz principal ser uma sonsa o tempo todo… poderia ser melhorsinho ja q até no meio foi bem interessante…

      • migraziele disse:

        É realmente tenso esse fim, não é?! Também porque a história estava indo bem e nem esperamos um fim tão nada a vê! rsrsrsrssss Eu tbm até estava envolvida na metade da história e daíii o principal morre e a “sonsa” é completamente enganada…

  4. Pingback: Introdução à Arquitetura | TUDO ASFIXIA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s