Brisa no busão

Oi estou escrevendo hoje para todos vocês que sentiram desesperadamente a minha falta para propositalmente dizer que daqui exatamente um mês é meu aniversário e já estou aceitando desde já presentes, lembranças, viagens, kits para massagem, cheques pré datados e cartões sem limites, lembrando que se for à vista conquista.
Peço enfim desculpas por estar escrevendo tão pouco ultimamente. Mas pretendo terminar a faculdade esse ano. (Snff)

Diferente disso, só mesmo com meu extremo carisma e simpatia estou aqui para falar sobre kdrama. Outro dia estava tendo uma discussão filosófica com uma amiga. E cheguei à seguinte conclusão (baseado nas teorias filosóficas tal tal e tal): nós como seres humanos temos 4 necessidades básicas que devem ser supridas e para isso foi criada toda essa nossa sociedade e estrutura, sendo: comer, dormir, casar (cof) e ganhar dinheiro (seria no caso realização pessoal e profissional, mas prefiro não colocar dessa forma, também não quero entrar na questão que dinheiro é algo que criamos e não é necessidade). Não fosse isso, todo o resto não faria sentido. Então nós criamos as ilusões paralelas para preencher os vazios.

Partindo desse pressuposto, satisfeitas integralmente ou parcialmente as necessidades básicas, nós temos então – já em uma categoria mais pessoal – as coisas que gostamos de fazer/ter: no meu caso uma pequena lista de prioridades (que aqui vou considerar como nossas – dentro do nicho de pessoas que gostam de kdramas e kpop e coreanos):
1) a internet é importante,
2) o twitter é importante,
3) o TFG é importante,
4) viajar é importante,
5) não se entediar é importante,
6) kdramas a despeito de todos os outros, não tem preço.

E é nesse nível de vício que estamos. A verdade é que mesmo sem muito ânimo para atualizar o blog, ainda sim, aconteça o que acontecer, é um alívio poder assistir um kdrama, isso porque preenche aqueles vazios intermediários entre as necessidades básicas e não deixa pensarmos muita merda com relação às ilusões (ou não).

Vocês devem ter observado também que essa é uma grande introdução para o nada. Mas eu tenho uma história, para vocês verem que louco isso. Estou escrevendo no ônibus então boa parte das pessoas que estão em pé estão lendo isso se não forem míopes.

O nível e o número de viciados em doramas é extremo e só aumenta. Minha amiga me contou que apresentou os filmes coreanos e kdramas para uma outra amiga que fez cinema na Faap. Então, mas especialmente o filme Old Boy, ela adorou e resolveu ir conhecer/trabalhar com o diretor do filme e desde então ela está lá em Seoul aprendendo coreano e conhecendo as maravilhas. Louco isso não?

Estamos aqui falando de coisas muito distantes, de um país muito longe, mas tudo é possível. E eu ainda não sei exatamente o que é, mas tem algo que nos faz gostar etc.
Pensado sobre isso temos exatamente um atraso de 5 kdramas que já terminei e ainda não falei sobre nenhum. Baixei o filme Attack to Gas Station (1999) não encontrei ainda legenda disponível, se alguém tiver alguma por ai…

Prometo a todos que atualizarei mais isso aqui.

P.S.: fora isso, encontrei o twitter coreano com 150 caracteres temos o Yozm da Daum!

Vejam o meu: http://yozm.daum.net/tami.grazy

Só consegui pensar em tuitar: Por favor, cuidem bem de mim. (saudação) Morri quando vi que minha idade coreana é 23.

Tava ~ andando ~ net e tbm achei importante http://coreia.zip.net/

Segue link do livro que vocês podem me dar de presente: http://oglobo.globo.com/cultura/best-seller-sobre-drama-familiar-em-seul-publicado-no-brasil-4044861

Uma fotinho pra essa postagem não ficar muito brega:

ah le lek lek lek lek

Esse post foi publicado em ¿Qué te parece? e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s